Posts

Pastor Levy de Abreu Vargas

A HORA DE VOLTAR AO TEMPLO

Hoje, 02 de agosto de 2020, estamos retomando as atividades dominicais pela manhã. É muito importante registrar isso em nossa publicação semanal para que dentro de cinco, dez, cinquenta anos, quando alguém quiser se informar sobre a como a Igreja reagiu à pandemia, ela saiba que agimos com grandeza.

Fechamos as portas do Templo, mas não a do coração. Neste período a Igreja se manteve viva e ativa todos os dias pelas redes sociais, pelos aplicativos e por meio de contatos telefônicos. A oração tornou-se o vínculo da unidade pelo Espírito Santo. O grupo INTERCESSORES (criado antes da pandemia) foi a porta que ficou aberta 24h por dia, 07 dias por semana para que pedissem orações e compartilhassem as vitórias e foram muitas. Vi pedidos aflitos feitos às duas da madrugada e, antes que o dia amanhecesse, o Senhor já tinha dado a resposta.

Nesse período todos se “reinventaram” e passaram a fazer reuniões virtuais. Até o GIDO aprendeu a usar o “Meet”, o “Zoom” e o “Duo”. Uma idosa escreveu no grupo de WhatsApp da PIB Nilópolis: “Graças à Pandemia, meus filhos me deram um TV Smart grande e eu pude ver meu Pastor pregando na televisão da minha casa”. É verdade, muita coisa boa aconteceu nesse período.

Agora que a fúria do vírus está sendo controlada, achamos que é hora de voltar. Voltar para rever os irmãos, voltar para celebrar a vida, voltar para agradecer a Deus, voltar por que precisamos da comunhão e da interação humana que aplicativo nenhum é capaz de suprir.

Durante a pandemia pedimos que você não viesse, agora nosso apelo é que venha. Venham de máscaras, obedeçam às regras de aproximação, evitem o toque físico e quando voltarem para casa, sejam criteriosos com seus pertences, lavem as mãos e, se possível, um banho e roupas limpinhas. Relaxem e aproveitem o domingo em família. À noite faremos a transmissão normal às 19.30h, mas para poupar a equipe e nossas famílias o Templo estará fechado.

Pastor Levy de Abreu Vargas

Pastoral PIB Nilópolis

INTERCESSORES 1T5.17

Na noite do dia 21 de outubro fiz um apelo no ZAP para que alguns irmãos orassem comigo em favor da saúde do irmão José Carlos Dias de Freitas, ministro de missões da Igreja. Como o propósito era só para aquele noite, ao encerrar o período, encerramos também o grupo. Mas a história não terminou aí. Seu estado agravou-se, então fizemos um novo grupo em 28/10 com o propósito de encerrá-lo somente quando nosso irmão deixasse o hospital.

Muito bem, José Carlos deixou o hospital em 13/11, fez as provas que faltavam para concluir seu curso de acesso ao posto de Oficial superior da Polícia Militar, fez um ensaio fotográfico com a família e todos os formandos, e veio à Igreja em 24/11 para agradecer. Mas o grupo continuou e vai continuar porque esta é a vontade de Deus e das pessoas que dele participam. O grupo não é mais do Pastor, nem da Igreja, é de todos.

Funcionamos assim: Todos os dias às 23h iniciamos as orações onde estivermos. Houve um dia em que retornávamos de uma viagem e paramos em um posto de gasolina por cerca de 30 minutos para orar com o grupo, depois continuamos a viagem. A questão não é onde, mas quando interrompemos nossas ações para discretamente interceder pelos pedidos que são enviados. O grupo não é rígido, se você não pode às 23h, pode fazê-lo em outros períodos do dia ou da noite, o importante é orar.

Fomos bastante ecléticos na formação dele, o único critério que usamos foi o de colocar pessoas que sabidamente creem no poder da oração. Assim, temos irmãos de Curitiba, São Paulo, Tocantins, Salvador, Rio de Janeiro e até fora do país. Assim como há irmãos de vários lugares, há também pessoas de várias Igrejas e isso nos une ainda mais. O nosso vínculo é o amor comum em Cristo Jesus.

Nosso grupo completou seu primeiro mês de vida no último dia 28/11 que, por coincidência, foi também o dia MUNDIAL DE AÇÕES DE GRAÇAS. Naquele dia criamos uma logo e uma divisa que vai nos representar. Ela será a marca dos intercessores enquanto o grupo durar.

Pastor Levy de Abreu Vargas