Posts

Primeira Igreja Batista em Nilópolis

Esperança mesmo em terras devastadas

Nos dias de hoje, a nossa volta, há todo tipo de violência, corrupção e tantas outras situações indesejáveis, além, é claro, desta pandemia.

O sofrimento tem gritado alto e assustadoramente. Mas diante de tudo isso, histórias de transformação como a de Claudete, nos fazem acreditar em dias melhores. Ela tinha uma alma inóspita, muito semelhante ao deserto de Jeremias, mas que foi visitada por aquele que é a nossa esperança da glória. Era verão de 2014, ela estava na máquina de costura quando fomos apresentados pela sua filha Juliana. Calada e observadora nos recebeu com reservas. Foram muitas visitas e cafés intencionais para que discretamente houvesse uma abertura maior ao ponto de convidarmos esta terra de Jeremias para aprender da maravilhosa e transformadora Palavra de Deus. “Ok, eu faço estudo bíblico, mas não me peçam para ler a Bíblia para vocês”.

A caminhada da esperança iniciou-se ali! Claudete, como ela mesma diz, era uma mulher sem fé, triste, infeliz, frustrada em muitas questões da vida e que vivia um relacionamento abusivo e sem perspectiva. Ela representava muitas mulheres carentes de Cristo em nosso campo missionário no Sul do Brasil. No verão de 2015, na cidade de Estância Velha (RS), ela desceu as águas. Mas a missão não termina no tão festivo batismo. A caminhada discipuladora continuava. Dia a dia ela crescia, fazia ajustes na vida, liberava perdão pelas mágoas sofridas, se aproximava de Deus cada vez mais. Vida na vida caracterizavam o nosso convívio com ela. Se lembra da esperança de Jeremias? Pois é, Deus transformou a terra arrasada em uma mulher feliz, segura, livre de abusos e salva! Claudete hoje é líder das Mulheres Cristãs em Missão de nossa igreja, lidera mulheres a oração, constrói relacionamentos intencionais, faz da sua casa uma igreja, faz do seu lugar de trabalho um campo missionário. É uma incansável mulher de Deus cheia de esperança. Tudo isso nos faz crer e se alegrar com os frutos que Deus tem produzido nestas terras do Sul do Brasil.

Mesmo em terras devastadas você pode esperar pela esperança: Cristo Jesus.

Pr. Hilton Júnior
Missionário de Missões Nacionais no Rio Grande do Sul

Pastoral da PIB Nilópolis

Milagres de esperança no Cerrado Brasileiro

Que privilégio conhecer a única esperança deste mundo, o único nome que pode salvar. Como é gratificante ver que muitos têm sido alcançados em seus momentos de angústia e dor, e, em tempo oportuno, têm conhecido Cristo, a única esperança.

A única esperança para IACC (nome fictício), um menino que sofria agressões de seu padrasto e de seu pai biológico (que é pai de santo), foi encontrada quando ouviu o evangelho através dos missionários Maria Rebouças e Zito Neris, em Cuiabá (MT). Hoje, ele auxilia a missionária como professor do culto infantil. IACC sempre deseja agradar a Deus. A única esperança de uma mãe que foi abandonada com duas filhas, sem trabalho, por causa de problemas emocionais, despertou após encontrar Jesus através do trabalho missionário de Humberto e Giselle Santos, na periferia de Aparecida de Goiânia (GO). Hoje essa mãe tem Jesus em sua vida, tornou-se microempresária e apoiadora desse projeto de Plantação de Igreja. A única esperança para Donato, um ex-pai de santo que vivia atormentado, foi ouvir de Jesus através dos missionários Edmundo e Rosinelia Aragão, em Palmas (TO). Hoje ele já foi batizado e serve ao Deus vivo ao lado dos missionários.

A única esperança de Wilton, que já estava há 10 anos afastado do evangelho, foi ser resgatado por Jesus através do Relacionamento Discipulador dos seus vizinhos, o Radical Bruno César e sua esposa Letícia Frazão. A única esperança para o adolescente DM (nome fictício), que era adepto da seita Vale do Amanhecer, foi conhecer Jesus através dos projetos de esporte desenvolvidos pelos missionários Cleber Rodrigues e Maria Júnia naquela comunidade. Hoje DM serve somente a Jesus. A única esperança para Halana, quando viu sua filha de 3 meses internada vários dias com sérios problemas de saúde, foi fazer um voto com o Deus de quem ela só tinha ouvido falar. Ao ver a cura, ela foi procurar servos desse Deus vivo na sua localidade, Vão de Órfãos, em Cavalcante (GO), e encontrou seus missionários Paulo e Lídia Dias que lhe apresentaram em detalhes quem é o Deus que curou a pequena Maria Olívia. Hoje temos um projeto de Plantação de Igreja nesse mesmo lugar. A única esperança é Jesus! Onde existir um missionário, essa verdade será conhecida através dos Relacionamentos Discipuladores Intencionais.

Nada vai parar a obra que Deus quer realizar na região Centro-Oeste, no estado do Tocantins e em todo Brasil.

Pr. Samuel Neves
Missionário de Missões Nacionais na Região Centro-Oeste

Pastoral da Primeira Igreja Batista em Nilópolis

O OTIMISMO NÃO PODE ACABAR

As redes de noticias estão mais ativas que nunca. O mundo está em clima de pânico e a morte é uma realidade diária para milhares de famílias, apesar disso o nosso otimismo e a nossa alegria não podem ficar apagadas pelas razões que vou listar abaixo:

a) Somos a Igreja de Jesus Cristo para o mundo. Somos os despenseiros da glória de Deus para essa geração e a esperança do Senhor para anunciar o seu Reino. Até os anjos gostariam de ter esse privilégio, mas foi aos homens que ele confiou a Missão. I Pedro 1.12;

b) Somos cidadãos na terra e herdeiros do céu mediante a promessa de Jesus Cristo. Enquanto estamos na terra cumprimos o IDE de JESUS, quando terminar nossa jornada receberemos o “VINDE BENDITOS DE MEU PAI” e entraremos na herança que nos está reservada desde a fundação do mundo. Mateus 25.34;

c) Somos o povo mais feliz da terra. Estamos sujeitos às mesmas provações e aflições que o mundo inteiro, mas a diferença é que sabemos que essas aflições não são para comparar com a glória que nos está revelada. O sofrimento não é expiação ou purificação dos nossos erros, eles fazem parte da agenda divina na natureza humana, por isso coisas ruins também acontecem a pessoas boas, mas em tudo sabemos que no final seremos vencedores por Cristo Jesus. Romanos 8.18 e 37.

Então vamos levantar a cabeça e caminhar, pois nosso descanso definitivamente não será aqui. A situação do mundo no momento não é boa, mas vamos sair desta situação melhor do que entramos, pelo menos sairemos mais humanos, mais solidários, mais humildes e mais conscientes da nossa finitude e vulnerabilidade.

Enquanto convivemos com a tragédia não anunciada, olhemos para aquele que é o autor e consumador da nossa fé e descansemos nele e em suas promessas, sabendo que nada pode nos separar dele e do seu amor.

Pastor Levy de Abreu Vargas