Posts

Primeira Igreja Batista em Nilópolis

PRIMEIRO VOCÊ OBEDECE

No último dia 12 de Julho (3ª feira), o Missionário Edivaldo dos Santos Junior tomou posse como professor na Universidade Federal do Tocantins, Campus de Arraias, cidade que fica a noventa quilômetros de onde ele reside.

Essa História merece ser contada, embora o espaço seja pouco. Vamos tentar ser breve. Em 2012 ele era professor em vários lugares aqui na Baixada e participou no período de férias de um projeto chamado “Plante Igrejas e colha almas”. Era um esforço da PIBN para construir um Templo lá em Conceição. Ele já era formado em Teologia pelo Seminário do Sul, mas a luta pela sobrevivência o estava afastando da sua verdadeira vocação. Por esse tempo já era casado e o Isaque estava a caminho.

Mais ou menos um ano depois desse projeto o chamei para uma conversa. Queria saber dos seus projetos para o futuro. Nessa conversa desafiei o casal a visitar nosso campo missionário. Precisávamos de um obreiro e eles estavam prontos. Era verão e o cerrado irradiava calor por todos os poros. Em Conceição eles passaram vários dias e quando voltaram estavam decididos: Aceitaram renunciar aos empregos como professor e lançarem-se ao desafio Missionário.

A Igreja convocou um concílio de Pastores para o seu exame (ele, Pastor Charles e o saudoso Pastor Adalberto Luz), após o concílio nos laçamos freneticamente aos contatos necessários para que eles chegassem lá com um mínimo de dignidade que o trabalho merecia. Já na chegada Deus os abençoou com um imóvel próprio, nas condições que podiam pagar. Quatro meses depois os irmãos Josué e Márcia Gouvêa foram visitá-los e na volta desafiaram a Igreja a comprar um carro para que realizassem melhor o trabalho. O carro foi comprado e levado em mãos. Depois, ano-a-ano eles vinham e iam trazendo notícias dos campos e levando esperança. Os desafios eram grandes, mas eles eram ainda maiores e a obra foi sendo feita. Em 2018 levamos um grupo de aproximadamente 30 pessoas para organizarmos a Congregação em Igreja e foi uma festa de vários dias.

Nem tudo era perfeito, houve enfermidades, escassez de recursos, solidão e o distanciamento dos amigos. Em outubro de 2019, no mesmo dia que nasceu o Davi (3º filho do casal), Pastor Edvaldo sofreu um grave acidente. Por pouco não foi carbonizado com o carro. Eu e seu sogro pegamos um avião e fomos literalmente ficar com ele no hospital em Porto Nacional. Desse acidente surgiria no dia seguinte o grupo Intercessores.

Apesar das dificuldades, em 2020 ele passou por uma banca examinadora e colou grau como mestre em Sociologia. Em 2021 recebeu o convite do Prefeito da Cidade para ser diretor de duas escolas da rede municipal e agora passou em um concurso e tomou posse como professor Universitário. Um feito para poucos.

Primeiro você obedece…. Depois a vida acontece.

Pastor Levy de Abreu Vargas