Posts

header-25set2022

CAMPANHA NAS IGREJAS – REGIÃO SUDESTE

Somos uma igreja de quase 100 membros na Primeira Igreja Batista em Ilhabela (SP) e com o coração voltado para missões. Decidimos então sonhar, estabelecendo pela fé um alvo muito além das nossas possibilidades, crendo que esta obra maravilhosa chamadas missões é a obra do Deus missionário.

Fizemos a lavagem de carros e trouxemos para dentro dos nossos muros pessoas de todos os lugares de Ilhabela. Chegamos a lavar 41 carros em um único dia e a cada pessoa que chegava até aqui a missão era falar sobre o objetivo de nossas ações, para que o Barco O Missionário continue levando saúde e missionário para as comunidades ribeirinhas no Amazonas, para que mais pessoas sejam tiradas das ruas …

E, em três meses de campanha, tivemos crescimento financeiro como Igreja, batismo e pessoas se rendendo ao senhorio de Cristo, para glória de Deus!

Rafael Nunes
Pastor da PIB em Ilhabela

header-18set2022

Campanha na Igrejas – Região Centro Oeste

A Campanha Jesus Cristo é a Única Esperança foi memorável para a Primeira Igreja Batista em Bataguassu (MS). A Igreja pode conhecer os muitos campos de atuação no Brasil e recebeu os missionários Pastor André e irmã Germana Matheus, coordenadores do Projeto Sorriso da Amazônia.

Foi muito enriquecedor ouvir seus testemunhos e poder orar pelos nossos missionários. Muitos irmãos também se comprometeram a participar do trabalho missionário por meio do Programa de Adoção Missionaria (PAM).

Também foi ótimo ver o envolvimento das crianças, que pela primeira vez participaram com o Cofrinho Missionário. A semente foi lançada em seus coraçõezinhos, assim como a semente que elas lançaram para a obra missionária.

Alexander Lopes de Oliveira
Promotor de Missões da PIB em Bataguassu

header-11set2022

CAMPANHA NAS IGREJAS II – Região Norte

A Campanha Jesus Cristo é a única Esperança na Primeira Igreja Batista de Itabaianinha (SE) foi maravilhosa. Tivemos um grande envolvimento de oração, preparamos um planejamento desafiador com várias atividades e participamos da evangelização da região com os exemplares do Evangelho de João. Foi benção!

Tivemos um culto Missionário Infantil e foi linda a participação das crianças e dos adolescentes. Três meninas juniores entregaram suas vidas a Jesus e estão no discipulado, cantam no Coro juvenil, participam da Escola Bíblica Dominical e vão ser batizadas. Tudo isso fruto da Campanha em 2021!

Nossa Igreja foi muito abençoada com esta campanha e como resultado houve mais comunhão, mais orações, mais exercício da fé, mais amor às pessoas, mais alegria e nosso alvo ultrapassado em 460,41%, com relação ao ano anterior.

Lizete Perruci
Missionária na PIB de Itabaianinha

header-04set2022

Testemunho da Missionária Região Norte

Na Igreja Batista Semente em Santarém (PA), já há alguns anos, temos incentivado que os irmãos ofertem o primeiro de tudo àquilo que Deus os concede como provisão e fidelidade. Esta estratégia tem contribuído para que muitos irmãos, que antes não tinham o hábito de ofertar, agora produzam, colham e entreguem suas primícias com alegria e gratidão, abençoando a obra missionária.
Outras estratégias são o alvo pessoal, alvos de classes da Escola Bíblica Dominical, alvos de Pequenos Grupos Multiplicadores, feira missionária e, há seis anos, promovemos a Feijoada Missionária, que já é a marca registrada do início da nossa campanha de MISSÕES NACIONAIS. Em outubro de 2021, como parte da campanha, realizamos a primeira viagem Missionária vocacional em uma comunidade ribeirinha, com objetivo de despertar jovens vocacionados e levá-los à prática da evangelização, através de situações vivenciadas durante a viagem. Cerca de 600 evangelhos de João foram distribuídos durante a viagem e em duas empresas madeireiras da cidade de Santarém.

Irmã Eliane Pereira, Missionária na Igreja Batista Semente em Santarém- PA

header-28ago2022

NOSSA AGÊNCIA MISSIONÁRIA NÃO PODE PARAR

Na quinta feira 11 de agosto de 2022, eu, o Pastor Sotero e cerca de 40 pastores fomos convidados a tomar um café com o Pastor Fernando Brandão, secretário geral da Junta de Missões Nacionais. O café na verdade, foi apenas uma desculpa para que nosso coordenador pudesse nos reunir e dar um amplo e comovente relatório de tudo que a Junta de Missões Nacionais está fazendo nesse exato momento, e não é pouco.

A JMN é um órgão criado pela Convenção Batista Brasileira e tem por missão multiplicar discípulos de Jesus em solo brasileiro. Ela foi organizada em 1907 e desde então tem superado desafios em nome da visão para alcançar esse imenso País com o Evangelho de Jesus Cristo. Hoje ela está presente em todos os Estados da Federação e no distrito Federal.

A JMN não se limita apenas a levar a palavra de Deus e a plantar Igrejas. Há cerca de 170 projetos sendo desenvolvidos e a maioria deles voltados para as necessidades sociais que são imensas. Talvez o mais conhecido deles seja a Cristolândia, mas ele é apenas a parte mais visível, pois há muitos outros. Soubemos por exemplo que nossas Igrejas estão abrigando e alimentando cerca de 160 refugiados afegãos. Eles conseguiram visto de entrada no Brasil, mas foi a Igreja Batista Brasileira, em parceria com alguns empresários piedosos que os receberam. Só os afegãos custam aos cofres da JMN 170 mil reais todos os meses em energia elétrica, alimentação, vestuário, assistência médica e remédios.

Recentemente o casal Jonas/Larissa de nossa Igreja fez a viagem missionária pelo Rio Solimões no Amazonas. Além de fazer discípulos, esse barco leva médicos, dentistas e ajuda humanitária aos ribeirinhos. Estamos também presentes em dezenas de aldeias indígenas, em vários presídios, em hospitais com as capelanias e mais recentemente a junta adquiriu a Carreta Missionária para o trabalho itinerante de evangelismo e assistência social.

Nos anos de 1988 a 1994 eu e Leonor servimos como Missionários no Paraná e tínhamos orgulho em ser sustentados por essa agência, mas agora nós somos parte do seu sustento como Igreja, porque a obra de Deus não pode parar.

Pastor Levy de Abreu Vargas

Primeira Igreja Batista em Nilópolis

PRIMEIRO VOCÊ OBEDECE

No último dia 12 de Julho (3ª feira), o Missionário Edivaldo dos Santos Junior tomou posse como professor na Universidade Federal do Tocantins, Campus de Arraias, cidade que fica a noventa quilômetros de onde ele reside.

Essa História merece ser contada, embora o espaço seja pouco. Vamos tentar ser breve. Em 2012 ele era professor em vários lugares aqui na Baixada e participou no período de férias de um projeto chamado “Plante Igrejas e colha almas”. Era um esforço da PIBN para construir um Templo lá em Conceição. Ele já era formado em Teologia pelo Seminário do Sul, mas a luta pela sobrevivência o estava afastando da sua verdadeira vocação. Por esse tempo já era casado e o Isaque estava a caminho.

Mais ou menos um ano depois desse projeto o chamei para uma conversa. Queria saber dos seus projetos para o futuro. Nessa conversa desafiei o casal a visitar nosso campo missionário. Precisávamos de um obreiro e eles estavam prontos. Era verão e o cerrado irradiava calor por todos os poros. Em Conceição eles passaram vários dias e quando voltaram estavam decididos: Aceitaram renunciar aos empregos como professor e lançarem-se ao desafio Missionário.

A Igreja convocou um concílio de Pastores para o seu exame (ele, Pastor Charles e o saudoso Pastor Adalberto Luz), após o concílio nos laçamos freneticamente aos contatos necessários para que eles chegassem lá com um mínimo de dignidade que o trabalho merecia. Já na chegada Deus os abençoou com um imóvel próprio, nas condições que podiam pagar. Quatro meses depois os irmãos Josué e Márcia Gouvêa foram visitá-los e na volta desafiaram a Igreja a comprar um carro para que realizassem melhor o trabalho. O carro foi comprado e levado em mãos. Depois, ano-a-ano eles vinham e iam trazendo notícias dos campos e levando esperança. Os desafios eram grandes, mas eles eram ainda maiores e a obra foi sendo feita. Em 2018 levamos um grupo de aproximadamente 30 pessoas para organizarmos a Congregação em Igreja e foi uma festa de vários dias.

Nem tudo era perfeito, houve enfermidades, escassez de recursos, solidão e o distanciamento dos amigos. Em outubro de 2019, no mesmo dia que nasceu o Davi (3º filho do casal), Pastor Edvaldo sofreu um grave acidente. Por pouco não foi carbonizado com o carro. Eu e seu sogro pegamos um avião e fomos literalmente ficar com ele no hospital em Porto Nacional. Desse acidente surgiria no dia seguinte o grupo Intercessores.

Apesar das dificuldades, em 2020 ele passou por uma banca examinadora e colou grau como mestre em Sociologia. Em 2021 recebeu o convite do Prefeito da Cidade para ser diretor de duas escolas da rede municipal e agora passou em um concurso e tomou posse como professor Universitário. Um feito para poucos.

Primeiro você obedece…. Depois a vida acontece.

Pastor Levy de Abreu Vargas

Primeira Igreja Batista em Nilópolis

LÁ SE VAI O NOSSO PEREGRINO

Hoje pela manhã estaremos nos despedindo oficialmente do casal Pastor Charles Eduardo Ferreira Gomes e sua esposa, irmã Fabrícia Dorotéia Sampaio Figueiredo Ferreira Gomes. Eles passaram a pertencer de fato à nossa Igreja em 19 de setembro de 2007, mas já estavam cooperando conosco há mais de um ano. Eles e suas filhas Raissa e Raffaela nos ajudaram bastante em muitas áreas da Igreja, especialmente na música, nos encontros de casais e em Missões.

Raissa casou-se com o Pastor Alejandro e migraram para a França onde residem e exercem um trabalho pastoral na Igreja que receberá a família que se despede. Raffaela casou-se com o Daniel e ambos residem em Lisboa-Portugal. O casal ficou para trás e agora vai se unir a eles dando continuidade àquilo que sempre fizeram: trabalhar para o Reino de Deus.

“Charlito” (como o chamo na intimidade) sempre foi um peregrino. Sua vida sempre foi viajar, conhecer lugares, testemunhar do evangelho e fazer amigos. Primeiro na Marinha, onde permaneceu por cerca de 30 anos. Ainda na Armada (mas desembarcado), criou a MISSÃO JOSUÉ que tem como especialidade promover viagens missionárias para jovens de todas as idades. Eu mesmo participei de uma dessas expedições no Chile e foi inesquecível. Ainda sinto nos pés o frio da água de uma geleira na Cordilheira dos Andes onde posamos para fotografias. Isso foi em 2006.

Mas o nosso pequeno Charles não parava. Um dia estava pregando em algum lugar, em outros estava participando de encontro de casais e em outros ainda missionando em algum lugar do Brasil ou do Exterior. Era de fato um peregrino que ia pelo mundo e voltava à Igreja para dar relatórios, relaxar, recompor e pegar a estrada de novo. Mesmo assim ele e sua família contribuíram bastante com nossa Igreja.

Hoje fechamos uma etapa, um ciclo, uma fase de sua história familiar conosco. Mas a história vai continuar na Europa, e eles sabem que aqui é o Lar para onde podem voltar sempre que desejarem…

Vai peregrino, “o mundo é a tua paróquia”

Pastor Levy de Abreu Vargas

Primeira Igreja Batista em Nilópolis

MISSÕES URBANAS PARA O PÚBLICO INFANTIL

Após dois anos de recesso, a Escola Bíblica de Férias está de volta como só a PIBN sabe fazer: Classes bíblicas, brincadeiras e evangelismo todos os dias. Entendemos que quanto mais cedo lançarmos a semente da fé nos coraçõezinhos, mais oportunidade ela tem de florescer e produzir frutos. Ao mesmo tempo que evangelizamos as crianças, temos também a oportunidade de falar aos pais e assim cumprir o IDE de Jesus Cristo sem sair de nossa Cidade.

Mas para a realização da EBF este ano temos um pequeno problema: O orçamento da Pastora Gilmara foi reduzido em 70%, isso mesmo, ela recebia 100% do valor orçado em 2018, mas devido às contenções impostas pela pandemia e uma queda nas receitas ela só poderá contar com 30% do que já era pouco para o muito que fazia.

Uma solução encontrada pelo conselho gestor foi dividir os custos buscando adoção para a criançada. Vai funcionar assim: Cada criança custa em média R$ 12,00 por dia, incluindo material didático, ornamentações e o lanchinho que não pode faltar. Como a EBF dura cinco dias, então o custo per capita sobe para R$ 60,00. Se vamos fazer uma EBF para 400 crianças é só fazer a multiplicação: R$ 24.000,00.

A fórmula perfeita para atender essa demanda é dividir os custos pelo maior número possível de pessoas, então estabelecemos o valor de R$ 60,00 reais por adoção, mas se você puder, adote duas ou mais crianças e teremos a oportunidade de abençoar mais famílias.

Adote uma ou mais crianças e ore pela vida da Pastora Gilmara que é a responsável pela realização desta verdadeira cruzada de evangelização infantil em nossa Cidade.

Pastor Levy de Abreu Vargas

Viva a compaixão

“VIVA A COMPAIXÃO”

É esta a proposta feita
Pela junta de Missões Mundiais
A todo povo cristão,
Que crê no Príncipe da paz!

Quer ela assim nos inspirar,
Que sigamos Aquele
Que nos deu a salvação,
Pois pela sua morte na cruz
Fomos salvos da perdição.

Jesus viveu demonstrando
Intensamente a compaixão
Para a multidão faminta,
Deu Ele peixe e pão.

Ao cego de Jericó,
Ouvindo o seu clamor,
Deu a ele clara visão
Fazendo-o vencedor.

A um homem atormentado
Pelo incomodo do Diabo
Pela sua palavra,
O homem foi libertado.

Quando no mar bravio
Seus discípulos pareciam sucumbir
Jesus veio de mansinho
E os fez da tormenta sair.

Viver tendo compaixão
É levar o homem a conhecer este Cristo
Apontá-lo como um Pai
Que fez e ainda faz tudo isto.

Viver a compaixão
É viver em santidade
Procurando obter
Só uma identidade.

Espelhando-se ao que Paulo
Aos gálatas escreveu:
Que a vida que ele vivia na carne,
Vivia pela fé no filho de Deus.

Viver em compaixão
É almejar mais e mais
Querer que o necessitado encontre
Em Deus conforto e paz.

E que através das nossas ações,
Possamos o evangelho pregar
E todo ser que carece,
Venha a Cristo aceitar.

Viver a compaixão
É mais que ter uma grande Paixão
É não rejeitar aquele que a você estende a mão
Para que o mesmo não permaneça em aflição

É ansiar que ele possa
Com todos os santos também habitar
Na Pátria gloriosa
Que Jesus para nós foi preparar.

Viver em compaixão é isto,
Viver por Cristo e para Cristo!

Irmã Edna Dias

Pastoral da PIB Nilópolis

A GRAÇA É PARA QUEM QUER

“A fé é simplesmente a sua resposta à mensagem do amor e da Graça de Deus”. (Shane Callahan)

Não há dúvida que devemos viver de modo digno do amor de Deus. Inaceitável é que devamos viver de modo que nos tornemos dignos do amor de Deus.
Pensar que devemos agir de modo a ser recompensados com o amor de Deus é a proposta do legalismo. E o legalismo é um peso, que não conseguimos suportar sem sofrer, uma farsa, porque somos incapazes de fazer sempre o que é certo, e uma mentira, porque Deus não age como se humano fosse.

O amor de Deus não é como o nosso, que precisa ser alimentado com respostas. Ele nos amou primeiro, quando éramos completamente indignos. Deus nos ama não por nossa bondade, mas por causa da bondade dele.
Embora arraigada, a ideia de que devemos fazer algo para merecer a Graça de Deus (em forma de salvação ou de bênção) é a mais completa negação da Graça que Jesus veio anunciar, apresentar e disponibilizar.

Diante do nosso pecado, Deus entra em ação, oferecendo-nos perdão completo. Ele não oferece perdão a quem merece, mas a quem precisa. Ele não envia recursos a quem merece, mas a quem carece. Ele não abre a porta do céu a quem merece, mas a quem deseja. Ele não distribui bondades a quem merece, mas a quem almeja.

Como Graça não se impõe, Deus nos estende sua mão e espera que estendamos as nossas para recebermos o que precisamos e Ele quer nos dar. E Ele insiste:
“Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo”. Apocalipse 3.20

Pr. Israel Belo de Azevedo