Posts

header-17out21

ATÉ O ÚLTIMO HOMEM

Em janeiro de 2017 o ator e diretor de cinema Mel Gibson fez o lançamento de mais um dos seus grandes filmes. Dessa vez o contexto não se deu na terra santa, como no sucesso A Paixão de Cristo (2004), mas em Okinawa, durante a Segunda Guerra Mundial. O diretor utilizou-se da história real do socorrista do Exército dos Estados Unidos, Desmond T. Doss que recusou, por princípios de sua fé, a pegar em uma arma para matar pessoas. Essa história parece bonita, porém, não suficiente para despertar a atenção de espectadores em todo o Mundo. O que então motivou o investimento nessa obra cinematográfica? A resposta não está na recusa de Doss em pegar em armas, mas em sua vitória, mesmo desarmado! Durante a Batalha de Okinawa ele resgatou e salvou mais de 75 homens. O que fez de Doss o primeiro opositor consciente da história norte-americana a receber a Medalha de Honra do Congresso.

Na última terça-feira, dia 12 de outubro, algumas dezenas de “soldados” da PIBN foram para as ruas do município de Nilópolis com o mesmo sentimento de Doss, resgatar ATÉ O ÚLTIMO HOMEM! Além do mesmo sentimento compartilhado, outro ponto em comum desses soldados foi que eles também não pegaram em armas, “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas, sim, poderosas em Deus, para destruição das fortalezas” 2 Coríntios 10:4.

Esses soldados pertencem ao maior e mais poderoso exército existente na Terra! E o mais incrível de tudo isso é que ele está recrutando! Por isso, você que ficou interessado em participar desse grande e valioso batalhão verifique as exigências abaixo e se disponha ao trabalho:

- Idade: Ter discernimento entre certo e errado;
- Sexo: Ambos;
- Classe econômica: Todas;
- Experiência: Ser convertido a Jesus;
- Próximo combate: 02/11/2021.

Informações Gerais: Apresente-se ao Ministro José Carlos de Freitas até o dia do combate, munido de coragem e fé, certo que: “aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.” João 14:26

Pastor Edgar Senna Rangel
@pr7edgar

Pastor Levy de Abreu Vargas

MULTIPLIQUE-SE AINDA EM 2021

Domingo passado encerramos a Campanha de Missões Nacionais, mas nosso compromisso Missionário continua. Hoje começamos um grande movimento de oração pessoal por pessoas que ainda não conhecem a Jesus como Senhor e Salvador pessoal. Certamente você ainda tem familiares, amigos e vizinhos que ainda não o professam como SENHOR, então nesses primeiros 10 dias do mês de outubro vamos orar por eles.

Mas o compromisso missionário continua. Nos dias 5, 6 e 7 de outubro vamos participar de um treinamento online em nível Nacional. Serão três dias de um “intensivão” de capacitação como a Igreja nunca viu. Vamos participar de casa na terça, e quinta feira, mas na quarta vamos participar ao vivo pelo telão da Igreja no culto de oração.

O terceiro compromisso é uma vigília missionária no Templo da Igreja na segunda feira, 11 de outubro, véspera do feriado Nacional de 12 de outubro. Ela será de 18 às 24h orando pelos nossos alvos pessoais e pela Igreja.

Quarto compromisso: Um dia Nacional de Evangelização. O nosso Ministro de Missões, irmão José Carlos tem um projeto para evangelismo pessoal nas ruas de Nilópolis com farta distribuição de folhetos (temos 10 mil) e agendamento de estudos Bíblicos indutivos no Evangelho de João.

Quinto compromisso: Um grande culto Evangelístico na Igreja na manhã do dia 17 de outubro para colher os frutos do trabalho missionário que vamos realizar.

Amados, a Convenção Batista Brasileira através da Junta de Missões Nacionais, está fazendo um esforço enorme para envolver as Igrejas nessa grande campanha Evangelística e não podemos ficar de fora. Serão poucos dias pelo muito que já temos recebido do Senhor. Convoco você a não ficar de fora deste grande empreendimento de fé.

Pastor Levy de Abreu Vargas

Primeira Igreja Batista em Nilópolis

Esperança mesmo em terras devastadas

Nos dias de hoje, a nossa volta, há todo tipo de violência, corrupção e tantas outras situações indesejáveis, além, é claro, desta pandemia.

O sofrimento tem gritado alto e assustadoramente. Mas diante de tudo isso, histórias de transformação como a de Claudete, nos fazem acreditar em dias melhores. Ela tinha uma alma inóspita, muito semelhante ao deserto de Jeremias, mas que foi visitada por aquele que é a nossa esperança da glória. Era verão de 2014, ela estava na máquina de costura quando fomos apresentados pela sua filha Juliana. Calada e observadora nos recebeu com reservas. Foram muitas visitas e cafés intencionais para que discretamente houvesse uma abertura maior ao ponto de convidarmos esta terra de Jeremias para aprender da maravilhosa e transformadora Palavra de Deus. “Ok, eu faço estudo bíblico, mas não me peçam para ler a Bíblia para vocês”.

A caminhada da esperança iniciou-se ali! Claudete, como ela mesma diz, era uma mulher sem fé, triste, infeliz, frustrada em muitas questões da vida e que vivia um relacionamento abusivo e sem perspectiva. Ela representava muitas mulheres carentes de Cristo em nosso campo missionário no Sul do Brasil. No verão de 2015, na cidade de Estância Velha (RS), ela desceu as águas. Mas a missão não termina no tão festivo batismo. A caminhada discipuladora continuava. Dia a dia ela crescia, fazia ajustes na vida, liberava perdão pelas mágoas sofridas, se aproximava de Deus cada vez mais. Vida na vida caracterizavam o nosso convívio com ela. Se lembra da esperança de Jeremias? Pois é, Deus transformou a terra arrasada em uma mulher feliz, segura, livre de abusos e salva! Claudete hoje é líder das Mulheres Cristãs em Missão de nossa igreja, lidera mulheres a oração, constrói relacionamentos intencionais, faz da sua casa uma igreja, faz do seu lugar de trabalho um campo missionário. É uma incansável mulher de Deus cheia de esperança. Tudo isso nos faz crer e se alegrar com os frutos que Deus tem produzido nestas terras do Sul do Brasil.

Mesmo em terras devastadas você pode esperar pela esperança: Cristo Jesus.

Pr. Hilton Júnior
Missionário de Missões Nacionais no Rio Grande do Sul

Pastoral da PIB Nilópolis

Milagres de esperança no Cerrado Brasileiro

Que privilégio conhecer a única esperança deste mundo, o único nome que pode salvar. Como é gratificante ver que muitos têm sido alcançados em seus momentos de angústia e dor, e, em tempo oportuno, têm conhecido Cristo, a única esperança.

A única esperança para IACC (nome fictício), um menino que sofria agressões de seu padrasto e de seu pai biológico (que é pai de santo), foi encontrada quando ouviu o evangelho através dos missionários Maria Rebouças e Zito Neris, em Cuiabá (MT). Hoje, ele auxilia a missionária como professor do culto infantil. IACC sempre deseja agradar a Deus. A única esperança de uma mãe que foi abandonada com duas filhas, sem trabalho, por causa de problemas emocionais, despertou após encontrar Jesus através do trabalho missionário de Humberto e Giselle Santos, na periferia de Aparecida de Goiânia (GO). Hoje essa mãe tem Jesus em sua vida, tornou-se microempresária e apoiadora desse projeto de Plantação de Igreja. A única esperança para Donato, um ex-pai de santo que vivia atormentado, foi ouvir de Jesus através dos missionários Edmundo e Rosinelia Aragão, em Palmas (TO). Hoje ele já foi batizado e serve ao Deus vivo ao lado dos missionários.

A única esperança de Wilton, que já estava há 10 anos afastado do evangelho, foi ser resgatado por Jesus através do Relacionamento Discipulador dos seus vizinhos, o Radical Bruno César e sua esposa Letícia Frazão. A única esperança para o adolescente DM (nome fictício), que era adepto da seita Vale do Amanhecer, foi conhecer Jesus através dos projetos de esporte desenvolvidos pelos missionários Cleber Rodrigues e Maria Júnia naquela comunidade. Hoje DM serve somente a Jesus. A única esperança para Halana, quando viu sua filha de 3 meses internada vários dias com sérios problemas de saúde, foi fazer um voto com o Deus de quem ela só tinha ouvido falar. Ao ver a cura, ela foi procurar servos desse Deus vivo na sua localidade, Vão de Órfãos, em Cavalcante (GO), e encontrou seus missionários Paulo e Lídia Dias que lhe apresentaram em detalhes quem é o Deus que curou a pequena Maria Olívia. Hoje temos um projeto de Plantação de Igreja nesse mesmo lugar. A única esperança é Jesus! Onde existir um missionário, essa verdade será conhecida através dos Relacionamentos Discipuladores Intencionais.

Nada vai parar a obra que Deus quer realizar na região Centro-Oeste, no estado do Tocantins e em todo Brasil.

Pr. Samuel Neves
Missionário de Missões Nacionais na Região Centro-Oeste

Primeira Igreja Batista em Nilópolis

Levando a esperança para as mulheres nas drogas

Levando a esperança para as mulheres nas drogas De acordo com dados da Organização das Nações Unidas divulgados em setembro de 2020, o isolamento levou ao aumento das denúncias por violência doméstica: 33% em Singapura, 30% na França e 25% na Argentina. No Brasil não foi diferente. O país registrou 105.821 denúncias de violência contra a mulher, no ano passado, segundo relatório divulgado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Pelo fato de sermos missionários na Cristolândia, em São Paulo, essa violência contra a mulher não é uma novidade para nós, tampouco está limitada ao tempo da pandemia e dentro das casas. Em meio à multidão que vive nas cracolândias estão milhares de mulheres que sofreram e continuam sofrendo violência dos mais diversos tipos. Mulheres que foram defraudadas por pessoas em quem deviam confiar e, agora, vivem sem esperança e sem rumo. Sobrevivem nas ruas. Recentemente tivemos a oportunidade de acolher uma jovem senhora a quem chamarei de Aparecida. Usuária de drogas há mais de 25 anos, ela chegou a cursar alguns semestres da faculdade de Letras, mas o crack destruiu totalmente os seus valores e princípios. Ela foi parar nas ruas da Cracolândia e, quando já não tinha mais para onde ir, veio buscar comida na Cristolândia. Aqui, uma missionária conversou com Aparecida e orou pedindo a Deus que a fizesse ficar com nojo daquela droga e não sentisse mais vontade de usá-la. Deus ouviu aquela oração e, na semana seguinte, ela voltou para ser acolhida. Aparecida terminou o processo na Cristolândia, hoje é uma missionária Radical e ajuda outras mulheres a terem a vida transformada por Jesus. Servir a Jesus, que transforma a vida dessas mulheres e homens, é levar esperança também a milhares de outras pessoas que ainda estão buscando a oportunidade de uma nova vida.

Pr. Elbio Márquez
Missionário de Missões Nacionais em São Paulo

Ministério de Missões PIBN

PRIMAVERA ESPIRITUAL

A estação mais bonita do ano vai começar no dia 22 de setembro, mas em nossa Igreja ela começa no domingo 05 de setembro, lançamento da campanha de Missões Nacionais 2021 e início de um dos mais ousados projetos evangelísticos da Igreja na pandemia: o desafio de convidar uma pessoa (apenas uma) para vir aos nossos cultos dominicais. Sabemos que é uma missão complexa, mas perfeitamente factível se houver amor pelos que não conhecem a Jesus e boa vontade.

Certamente você tem muitos relacionamentos fora da Igreja, como vizinhos, colegas de trabalho, alunos da sua turma em salas de aulas, amigos da academia de ginástica e familiares, sim todos que ainda não fazem parte de uma Igreja Evangélica são nosso campo missionário e você, o agente de Deus mais próximo para fazer o convite. Feito o convite se ofereça para acompanhá-lo até o Templo, apresente-o aos irmãos, seja jovial, comunicativo e simpático em todo tempo, quem sabe o seu esforço seja o estímulo que precisam para conhecer Jesus, a verdade que liberta.

Esse projeto veio do ministério de Missões da Igreja. Irmão José Carlos e sua equipe estão trabalhando para fazer a melhor campanha missionária dos últimos anos, e eles entendem que se chegamos com a oferta aos mais distantes lugares do nosso maravilhoso país, porque não “missionar” tão perto, junto àqueles que partilham a nossa vida, mas ainda não têm a certeza da salvação? Já pensou como seria bom que seu melhor amigo também se tornasse um crente em Cristo Jesus? Seu vizinho, seu mecânico, seu moto taxista, o cara da padaria, enfim, tantos relacionamentos que podem produzir bons frutos para o reino de Deus.

A proposta é simples: você deve convidar pessoas para vir ao Templo em um culto dominical, claro que nem todas estarão receptivas, mas a grande maioria sim, então lance a sua semente com fé e confie que os resultados serão para glória do nome de Deus e para o bem daqueles que forem alcançados. Você deve se desafiar a cada domingo de setembro trazer pelo menos um, se puder trazer mais será ótimo. Se o santuário ficar pequeno, vamos improvisar televisões em outros lugares para que todos possam ser abençoados.

Lembre-se, a primavera é a estação mais bonita do ano e ela será ainda mais bela se plantarmos a palavra de Deus no coração daqueles que ainda não conhecem a Jesus como você conhece.

Ministério de Missões da PIBN

José Carlos Dias de Freitas

A VIDA “NADA PRECIOSA” DE UM MISSIONÁRIO

“Quando a vida se resume à própria missão.”

Próximo da sua morte, o apóstolo Paulo mostra que o grau de importância da sua vida está exclusivamente no cumprimento do seu ministério. “Mas em nada tenho minha vida por preciosa, conquanto que cumpra com alegria a carreira que me está proposta.” Atos 20:24. Ele fez essa afirmação na iminência de sua prisão.

Ontem foi celebrado o dia do missionário batista. Esses homens e mulheres têm um diferencial, e não é apenas serem portadores de uma mensagem, mas testemunhas dela, pois são a própria “carta de Cristo.” É gente que abandonou sonhos, seguindo os desígnios de Deus. Pessoas que deixaram aos cuidados dele a sua segurança e seu novo CEP, tornando-se coadjuvante da sua história.

Ao contrário do que ensina o apóstolo Paulo, para muitos a vida é curta, e devemos nos tornar pessoas realizadas, em busca do melhor para nossas famílias e garantir a tão sonhada prosperidade. Nada disso é pecado, se não tornarmos este desejo o objetivo da nossa vida, pois BUSCAR O REINO DE DEUS E A SUA JUSTIÇA, deve ser o ideal de todos, mas os missionários fizeram desta bandeira o seu estilo de vida.

Hoje celebramos a Deus a vida dos nossos amados missionários Pastor Edvaldo Júnior e sua esposa Lilian no Tocantins, Pastor Nazareno e sua esposa Maria do Rosário em Resende, Pastor Luiz Baeta e sua esposa Euzilane em Santa Catarina e o Pastor Alejandro e sua esposa Raíssa na França. Homens e mulheres que por um tempo estiveram conosco, mas em obediência ao Senhor seguiram para os campos afim de cumprirem com alegria a carreira e o ministério que receberam do Senhor Jesus para dar testemunho do evangelho da graça de Deus em todos os Continentes da Terra.

Eles de fato levam uma “vida nada preciosa”, mediante os valores que o mundo reputa como prosperidade e sucesso. A eles a nossa gratidão a Deus, e que sigam em frente cumprindo o seu ministério.

Diácono José Carlos Dias de Freitas
Ministro de Missões e Evangelismo da PIBN.

Pastor Levy de Abreu Vargas

SEU MAIOR PATRIMÔNIO

Amanhã começa nossa segunda semana da segunda jornada de oração da Igreja, lembra? Cada ano uma jornada e cada jornada cinco semanas. Essas jornadas foram planejadas para acontecer por vinte anos e assim faríamos 100 jornadas para celebrar os 100 anos da Igreja em 2039. Já vencemos a primeira (2020) e agora estamos realizando a segunda. Cada participante está devidamente inscrito e serão parte de um grande memorial que vamos montar a cada cinco anos. Aguardem.

O preletor da próxima semana é alguém muito próximo, e ao mesmo tempo bem distante. Próximo na amizade, na comunhão e na intimidade, mas distante porque passa o maior tempo cumprindo agendas fora da Igreja e do Brasil. Ele é o Diretor da Missão Josué, uma organização missionária que leva voluntários por temporadas em diferentes lugares no Brasil e no mundo. Eu mesmo já participei de uma dessas “temporadas” no Chile e foi uma experiência incrível.

Pregando em tantos lugares, nosso Pastor Charles quase não é visto na Igreja, mas esse é o seu ministério e temos orgulho de tê-lo em nossos quadros de obreiros. Por conta da pandemia sua agenda Internacional ficou vaga, então aproveitamos a “brecha” e o convidamos para ser o próximo ministrante por uma semana. Como estamos em Maio não poderíamos encontrar alguém mais qualificado para falar às famílias.

Ele é casado com a irmã Fabrícia há 30 anos, o casal tem duas filhas: Raíssa e Rafaela. Raíssa é casada e serve como missionária da Missão em território Francês, Rafaela está cursando veterinária e deve casar em breve. O Casal trouxe para nossa Igreja os cursos do MMI (Marriage Ministries International), uma organização Cristã que tem como foco o fortalecimento da família. Ela é a responsável pelo treinamento do pessoal e a preparação do material didático dos Cursos Casados para Sempre, Pais para toda vida, Mulher Única, Homem ao Máximo e o Curso de Noivos. Pastor Charles é licenciado em quase todos esses cursos e já ministrou a casais na França, Chile, Dinamarca, México, Argentina, Uruguai, e claro em muitos lugares no Brasil, agora fará isso em sua própria Igreja.

Portanto, agende-se e participe: Segunda semana de oração de 2021 em sua Igreja e em seu lar todos os dias às 19.30h. O evento será também presencial para quem está fora do grupo de risco ou já está vacinado. Não perca essa oportunidade de investir em sua família, seu maior patrimônio.

Pastor Levy de Abreu Vargas

José Carlos de Freitas

“Viva o poder de transformar.”

“..Deus não nos deu o espírito de temor..mas de equilíbrio” II Tm 1:7

Atualmente o mundo vive em extremos perigosos. Há uma divisão nítida em vários setores da sociedade.
Todo o excesso é insensato. Decisões extremadas demonstram irresponsabilidade – tanto o exagero da coragem quanto a falta dela, por exemplo. Portanto, o equilíbrio é sempre recomendável em todas as instâncias da vida. Como igreja de Cristo, precisamos trazer conosco, e nunca perder de vista, a sensatez e o equilíbrio, que são exemplos para vida. Pv. 3:21 e 22. Ser moderado nos conduz às ponderações necessárias à vida sem, no entanto, perder o alvo proposto: cumprirmos a vontade de Deus. Paulo teve uma vida intensa com grande demonstração de afeto pelos seus irmãos, viveu pelo poder do Espírito, e ensina que Timóteo deveria pautar-se pelo equilíbrio e a temperança em suas decisões e relações comunitária.

A sobriedade e a mansidão de Paulo permeiam a carta, ainda que Timóteo enfrentasse os resistentes, deveria demonstrar por eles graça e misericórdia, que é o equilíbrio nas relações. Conservar a palavra de Deus em nós sempre nos conduzirá e, nos unirá em torno de um propósito, para cumpri-lo de forma equilibrada. Os danos causados pela pandemia na economia mundial não foram suficientes para o retorno de sequer um missionário do campo. Tivemos uma perda significativa de 40% das ofertas em razão da desvalorização do euro e do dólar, que perdeu seu poder de aquisição. Por um grande milagre, abrimos mais igrejas fora do Brasil do que dentro dele. Saímos de uma campanha missionária com a proposta realizada, que é de informar à igreja dos desafios que acontecem no mundo; e trazer à memória da PIBN o que ela é: a manifestação de Deus na humanidade.

Temos parte em todos os programas e projetos da Junta de Missões Mundiais, mantidos pelos Batistas brasileiros, com nossas ofertas e orações.Há 2000 missionários espalhados nos 85 países, nos cinco continentes, que têm levado esse evangelho ao mundo. Entre os 10 países mais pobres do mundo, os batistas brasileiros, através da JMM, estão em 7 deles. Deus nos capacitou, de maneira que o seu Espírito cheio de poder, coragem, amor e equilíbrio, manifestasse suas virtudes em nós. “Viva o poder de transformar”, com equilíbrio nas relações.

José Carlos de Freitas
Ministro de Missões e Evangelismo PIBN

José Carlos de Freitas

Viva o poder de transformar com amor

“..Deus não nos deu o espírito de temor..mas de amor” II Tm 1:7

“Até o último homem”. Trata-se da história real de Desmond T. Doss, que foi retratada em filme. Desmond era um médico do exército americano que vai à segunda guerra e se nega a usar armas. Durante a batalha de Okinawa, ele salva 75 soldados feridos, retirando-os da linha de tiro inimiga. Seu trabalho como médico mostrou-se tão relevante quanto os que dizimavam os inimigos com suas potentes armas. Desmond foi condecorado com honras pelos relevantes serviços prestados na salvação de tantos, sem disparar um tiro. A bíblia diz que “o verdadeiro amor lança fora o medo.”, IJo 4:18. Desmond deixou o medo, muniu-se de coragem e amor. Seu empenho no resgate e cuidado aos feridos proporcionou-lhes salvação.

Transformar o mundo passa a ser uma grande utopia, se não enxergamos no contexto bíblico o próximo como nossa responsabilidade. Somente com o poder do Espírito Santo estamos habilitados a amar, e contribuir na transformação do entendimento dos que estão mortos e cegos espiritualmente. Atualmente, nos dias em que a ordem é nos cuidar, precisamos transformar o “amai-vos uns aos outros..”, em ações práticas de amor. Tal como Desmond, Paulo, o apóstolo, submeteu-se ao risco voluntário e incalculado, em razão do amor pelos irmãos, aqueles que deveriam provar da salvação, II Tm 2:10.

Somos orientados pela palavra de Deus ao caminho da fé, do amor, da paz, da busca de um coração puro, sem contendas, de mansidão e aptidão ao ensino. Portanto, “conhecemos o amor nisto: Que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos.” IJo 3:16. Enquanto Desmond resgatava seus amigos da morte em pleno os tiros inimigos, fazia a seguinte oração: “Deus, ajude-me a ajudar só mais um.” Viva o poder de transformar com amor, para cuidar do outro.

José Carlos de Freitas
Ministro de Missões e Evangelismo