Posts

Primeira Igreja Batista em Nilópolis

MIL DIAS DE ORAÇÃO

Venha se alegrar conosco

No próximo dia 23 de Julho o grupo intercessores completará “1000 dias de oração”. Esse grupo de WhatsApp era eventual e convocado apenas quando a situação era muito grave. Ele se reuniu a primeira vez (não com esse nome) quando em junho de 2015 o irmão Nilton da Silva teve que voltar para o CTI quando já tinha previsão de alta. Fizemos um clamor por ele e duas semanas depois ele teve alta

A segunda vez foi pelo nosso diácono José Carlos. Ele teve um mal súbito, foi medicado, oramos e ele voltou para casa, então dissolvemos o grupo. Dias depois o Pastor Edivaldo dos Santos teve um grave acidente de carro em Tocantins e o reativamos. Depois o José Carlos voltou para o hospital em estado grave e decidimos continuar orando até que ele tivesse alta. Por esse tempo alguém me disse: “Pastor, não desativa mais esse grupo, há sempre alguém precisando de oração!” Isso foi em outubro de 2019, à época tínhamos pouco mais que 30 intercessores.

Desde então os intercessores têm orado todos os dias. Às vezes mais, às vezes menos, mas todos os dias oramos por pelo menos 10 nomes e os mantemos na agenda até que a situação se defina. Recentemente fizemos um cálculo simples para avaliar o alcance desse ministério, e descobrimos que se apenas 10 pessoas orassem pelos 10 pedidos a cada dia, em 100 dias teríamos levantado 10 mil orações, agora imagine estar orando sistematicamente por 1000 dias?

A oração é o alimento da alma. Ela é um ato voluntário e intencional que fazemos por nós mesmos e por aqueles que delas precisam. Ela vem antes da Bíblia, da Igreja e das instituições humanas. A primeira menção sobre a oração está em Gênesis 4.26 quando Enos começou a invocar o nome do Senhor. Enos era um homem justo e sua descendência nos trouxe Enoque (que andava com Deus), Noé, Abraão, Davi e o Senhor Jesus. Isso mesmo, tudo começou com um homem que orava.

Para celebrar 1000 dias oração marcamos um verdadeiro evento. Um culto celebrativo que acontecerá aqui na Igreja no sábado 23 de Julho a partir das 19.30h. Agende essa data e venha se alegrar conosco.

Pastor Levy de Abreu Vargas

Pastor Levy de Abreu Vargas

O TERMÔMETRO DA FÉ

Encerramos na sexta feira, 17 Junho nossa 13ª edição das semanas de oração pelo centenário da Igreja. Ao todo serão 100, portanto já chegamos a 13% do total com uma frequência que ainda não dá para mensurar, pois dessas 13 semanas, pelo menos 10 foram durante a pandemia.

Por ironia dos fatos, nessa segunda feira não havia mídia nem transmissão, mas havia som e o encontro contou com a presença de 19 pessoas. Na terça feira melhorou e já pudemos contar com a mídia, na quarta foi ainda melhor e o culto foi transmitido por nosso canal no youtube, na quinta-feira 32 pessoas assinaram a lista de presença. Ao todo devemos ter tido uma média de 50 pessoas por encontro o que não representa 10% da Igreja.

Uma semana a cada dois meses não é um exagero sob nenhum aspecto. As reuniões duram no máximo 90 minutos incluindo louvor, os solos e a mensagem, um tempo inferior por exemplo ao que consumimos assistindo uma partida de futebol sem garantia que vamos vencer. Na oração a vitória é certa como promessa do Senhor Jesus. Mateus 21.22.

Sei que a oração é um duro exercício da fé, como é dura a disciplina na prática dos esportes, mas quem faz atividades físicas regularmente sabe que ela compensa em muito os sacrifícios. O Apóstolo Paulo escrevendo aos irmãos da Igreja em Corínto usou a metáfora dos esportes olímpicos para ilustrar a vida Cristã. Ele disse: “Não sabeis vós que todo aquele que luta, de tudo se abstém para alcançar o seu objetivo que é uma coroa corruptível? Mas vós, porém alcançareis um coroa de glória incorruptível”. I Coríntios 9.24-27.

Não foi apenas mais uma semana de oração. Ela foi também de comunhão, de encontros, de afetos, de conforto e de compartilhamento. Pastor Douglas (como todos os anteriores) foi um poderoso instrumento de Deus para nos instruir e nos despertar para a responsabilidade com o Reino de Deus. Nossa próxima semana agora será em agosto e espero poder contar com um número maior de participantes para o bem da Igreja e de nossas famílias nos desafios que já estão batendo à nossa porta.

Nossa temperatura precisa subir e vai subir para que o nome de Jesus seja glorificado.

Pastor Levy de Abreu Vargas

Pastor Levy de Abreu Vargas

A VIDA CRISTÃ NORMAL

Ao longo da semana que passou realizamos a quinta semana de oração e nela refletimos sobre o que devo perder para ganhar uma vida melhor. Os vídeos estão no canal da Igreja (pibnilópolis), vá lá e assista, se gostar compartilhe com as pessoas que você ama e assim estará Multiplicando a palavra de Deus e turbinando o nosso canal nas redes sociais.

Escolhemos falar sobre esse tema, pois há uma enxurrada de propostas contrárias a esses princípios e muitas delas dentro da própria Igreja. Na prática o que vemos é um enorme rebanho em busca dos próprios interesses e um bando de lobos apontando atalhos que se revelam verdadeira ciladas. Os lobos estão sempre atentos àqueles que querem se dar bem, e sempre têm êxito porque a cegueira é grande.

A Igreja não deve apenas apontar o caminho do céu, mas também ensinar seus fiéis a viver melhor na terra, a relacionar-se melhor com o seu semelhante e servir à sua geração com os dons que possui. Segundo o Dalai Lama, monge budista, a melhor religião é aquela que te aproxima de Deus, do infinito, é aquela que te faz uma pessoa melhor, mais compassiva, mas sensível, mais desapegado das coisas materiais, mais amoroso, mais humilde e mais responsável. O que importa é a conduta presente, o teu semelhante, tua família, teu trabalho, tua comunidade e teu mundo. Ele em nada contradiz dos ensinos deixados por Jesus no sermão do Monte, pois esses princípios são universais e atemporais.

Durante cinco dias, à luz da carta aos Filipenses, estudamos condutas práticas para uma vida mais light, mais simples, mas focada no próximo e mais livre dos excessos que sempre nos sobrecarregam e dificultam nossa caminhada. Foi uma semana extraordinária.

A próxima semana de oração será em março de 2022. Até lá relaxe e viva com naturalidade sua vida Cristã.

Pastor Levy de Abreu Vargas

Pastor Levy de Abreu Vargas

MULHERES NA ROCHA, O retorno.

Amanhã, 30 de agosto de 2021 às 15h, o templo se abrirá novamente para as reuniões semanais de oração das Mulheres na Rocha. Esse Ministério que tem abençoado a vida de centenas de famílias em Nilópolis nunca deixou de se reunir, mas a pandemia fez com que os cultos presenciais fossem suspensos, e agora estão de volta com força total para reagrupar e abençoar a Igreja.

Lembro-me de uma tarde quando a irmã Glorinha me procurou para iniciar um trabalho exclusivamente de oração com as mulheres. O início foi bem difícil, pois a ala conservadora da Igreja temia que a reunião se desviasse da doutrina, tendo em vista que eram bem vindas irmãs de todas as denominações, mas a liderança do ministério ficou firme e mostrou a que veio e o resultado foi surpreendente.

Elas se tornaram uma referência em trabalho de oração pelo exemplo, pela fidelidade e pelo compromisso social. Todas as tardes das segundas-feiras elas colocavam uma mesa diante do portão para anotar pedidos, distribuir folhetos e evangelizar pessoas. Internamente e sem vaidades se alternavam nos cuidados, no pastoreio do grupo, nas orações e muitas pessoas se tornaram cristãs graças ao trabalho delas.

Entre essas muitas operárias quero destacar a irmã Carminha (Maria Carmem do Amaral). Ela não era a líder do ministério, mas fazia com perfeição e zelo tudo que lhe confiavam. Em uma das últimas celebrações presenciais ela estava esgotada, sua vida não era fácil, mas ciente do seu dever veio e fez tudo com muito capricho, e quando despedia as pessoas ainda no templo teve uma crise de labirintite e pressão que preocupou a todos. Nós a levamos para o gabinete do Pastor e chamamos sua família. Na semana seguinte lá estava ela novamente sorridente e carismática como só ela sabia ser. Aparentemente nada tinha acontecido. Carminha nos deixou definitivamente em 13 de maio de 2021.

Irmã Glorinha deixou a liderança do Ministério com a irmã Liarlene Pereira Manoel, pois precisava acompanhar o esposo em seu ministério itinerante pelo Brasil. Agora de volta à Igreja ela recebe de volta o Ministério das mãos da irmã Liarlene e coincidentemente os cultos voltam a ser presenciais.

O culto é dirigido pelas mulheres, mas todos são muito bem vindos.

Pastor Levy de Abreu Vargas

Pastor Levy de Abreu Vargas

SEU MAIOR PATRIMÔNIO

Amanhã começa nossa segunda semana da segunda jornada de oração da Igreja, lembra? Cada ano uma jornada e cada jornada cinco semanas. Essas jornadas foram planejadas para acontecer por vinte anos e assim faríamos 100 jornadas para celebrar os 100 anos da Igreja em 2039. Já vencemos a primeira (2020) e agora estamos realizando a segunda. Cada participante está devidamente inscrito e serão parte de um grande memorial que vamos montar a cada cinco anos. Aguardem.

O preletor da próxima semana é alguém muito próximo, e ao mesmo tempo bem distante. Próximo na amizade, na comunhão e na intimidade, mas distante porque passa o maior tempo cumprindo agendas fora da Igreja e do Brasil. Ele é o Diretor da Missão Josué, uma organização missionária que leva voluntários por temporadas em diferentes lugares no Brasil e no mundo. Eu mesmo já participei de uma dessas “temporadas” no Chile e foi uma experiência incrível.

Pregando em tantos lugares, nosso Pastor Charles quase não é visto na Igreja, mas esse é o seu ministério e temos orgulho de tê-lo em nossos quadros de obreiros. Por conta da pandemia sua agenda Internacional ficou vaga, então aproveitamos a “brecha” e o convidamos para ser o próximo ministrante por uma semana. Como estamos em Maio não poderíamos encontrar alguém mais qualificado para falar às famílias.

Ele é casado com a irmã Fabrícia há 30 anos, o casal tem duas filhas: Raíssa e Rafaela. Raíssa é casada e serve como missionária da Missão em território Francês, Rafaela está cursando veterinária e deve casar em breve. O Casal trouxe para nossa Igreja os cursos do MMI (Marriage Ministries International), uma organização Cristã que tem como foco o fortalecimento da família. Ela é a responsável pelo treinamento do pessoal e a preparação do material didático dos Cursos Casados para Sempre, Pais para toda vida, Mulher Única, Homem ao Máximo e o Curso de Noivos. Pastor Charles é licenciado em quase todos esses cursos e já ministrou a casais na França, Chile, Dinamarca, México, Argentina, Uruguai, e claro em muitos lugares no Brasil, agora fará isso em sua própria Igreja.

Portanto, agende-se e participe: Segunda semana de oração de 2021 em sua Igreja e em seu lar todos os dias às 19.30h. O evento será também presencial para quem está fora do grupo de risco ou já está vacinado. Não perca essa oportunidade de investir em sua família, seu maior patrimônio.

Pastor Levy de Abreu Vargas

Pastor Levy de Abreu Vargas

“UM DIA VOCÊ PODE PRECISAR QUE ALGUÉM ORE POR VOCÊ”

Todas as noites colocamos novos e velhos pedidos em nosso mural de oração. Todas as noites somos informados de pessoas que saíram do quadro grave, outras que foram curadas e algumas que infelizmente faleceram, apesar das orações.

Por volta de maio ou junho do ano passado um membro do grupo me confidenciou: “Pastor eu não tenho frequentado o grupo de oração, pois são tantos os casos tristes que até me deprimem”, e eu respondi – É verdade, mas fique à vontade, alguém tem que levar um pouco de amor e esperança àquelas pessoas.

Grupo de oração não é lazer, nem vida social ou espaço comunitário. Para isso temos o Facebook, Instagram, Twitter e outros aplicativos onde tudo pode e tudo fazem, inclusive com vídeos e fotos. Mas grupo de oração é para aqueles que até não gostam tanto de orar, mas sabem da importância que ela tem na vida pessoal e na vida das pessoas por quem intercedem.

Nosso grupo surgiu em razão de uma necessidade e continuou em razão de muitas outras necessidades que foram surgindo dia-a-dia. Ele tem sido um ponto de encontro diário com muitos irmãos que frequentam e oram sistematicamente por alguns e até por todos os pedidos. É comovente ver que ele funciona praticamente 24h por dia todos os dias. Tem sempre alguém de plantão que “reage” às publicações a hora que for e não importa quem, mas por quem dobram os joelhos.

Por isso, todas as noites, voltamos a publicar novos e velhos pedidos, pois os novos ficam velhos até receber uma resposta da boca do Senhor. Nosso lema é ORAR SEM CESSAR. Nesse revezamento diário, creio que toda hora há alguém orando por alguém e fazendo com que o apelo Bíblico se torne uma realidade.

Pense nisso: todos os dias, praticamente o dia todo, temos postagens, atualizações e informações acerca das pessoas pelas quais estamos orando. O grupo possui 120 participantes, mas pode ter ainda mais se você juntar-se à nós. Caso tenha interesse mande um zap para 21 985 241 191, e venha participar dessa jornada de fé, pois um dia você também pode precisar que alguém ore por você.

Pastor Levy de Abreu Vargas

José Carlos Dias de Freitas

“Porque Ele me amou, eu oro.”

Jesus não fez da oração uma chave para a realização da sua vontade. Enquanto orava no Getsemani, afastou-se dos seus discípulos e, entristecendo-se, e cheio de angústia, prostrou-se com rosto em terra e orou: “Meu Pai, se for possível, afasta de mim este cálice; contudo, não seja como eu quero, mas sim como tu queres.” Mt 26:36-38.

Sabedor do seu propósito na terra, O Cristo não colocou suas possibilidades como principais diante do Pai, tampouco sugeriu uma “saída pela direita” da cruz, mas convicto de que o plano de Deus para sua vida era soberano, submeteu-se.

Hoje, nossa inclinação à oração tende, muito mais, no sentido de solucionarmos e sermos aliviados dos problemas da vida – daquilo que nos traz ansiedade e desconforto. No entanto, ao orar, preciso fundamentar minha conversa com Deus, a partir do conhecimento que tenho sobre Ele e dos seus planos para mim.

A oração não é um tiro no escuro. Não é colocar diante de Deus possibilidades remotas, para que sejam rapidamente avaliadas por Ele, enquanto ansiosamente aguardo. Orar, no sentido de sermos transformados à “estatura de Cristo”, e pedir forças para cumprir o chamado missionário que todos recebemos, tornou-se quase que uma utopia no meio evangélico – algo distante e pouco necessário.

Na oração do Getsemani, o Mestre já sabia o que o aguardava. Sua oração traz o bálsamo de Deus e o fortalecimento de suas convicções de homem em pleno cumprimento da vontade do Pai.

Temos um mundo que “espera a manifestação dos filhos de Deus”, e esse mesmo mundo “geme com dores de parto.” Rm 8:19 e 22.
Na Sua oração, Jesus viu a mim e a você, como pessoas que precisavam da sua morte, para hoje termos a Vida Dele em nós.

Minha oração é que Deus nos conceda a ousadia de Cristo no Getsemani, que não se permitiu desviar do alvo, mas apenas obedecer, agindo a partir da compreensão do seu propósito de vida.

“Porque Ele me amou, eu oro”, para que minha oração se ajuste ao propósito de Deus para minha vida.

José Carlos Dias de Freitas
Ministro de Missões&Evangelismo

Pastor Levy de Abreu Vargas

A HORA DE VOLTAR AO TEMPLO

Hoje, 02 de agosto de 2020, estamos retomando as atividades dominicais pela manhã. É muito importante registrar isso em nossa publicação semanal para que dentro de cinco, dez, cinquenta anos, quando alguém quiser se informar sobre a como a Igreja reagiu à pandemia, ela saiba que agimos com grandeza.

Fechamos as portas do Templo, mas não a do coração. Neste período a Igreja se manteve viva e ativa todos os dias pelas redes sociais, pelos aplicativos e por meio de contatos telefônicos. A oração tornou-se o vínculo da unidade pelo Espírito Santo. O grupo INTERCESSORES (criado antes da pandemia) foi a porta que ficou aberta 24h por dia, 07 dias por semana para que pedissem orações e compartilhassem as vitórias e foram muitas. Vi pedidos aflitos feitos às duas da madrugada e, antes que o dia amanhecesse, o Senhor já tinha dado a resposta.

Nesse período todos se “reinventaram” e passaram a fazer reuniões virtuais. Até o GIDO aprendeu a usar o “Meet”, o “Zoom” e o “Duo”. Uma idosa escreveu no grupo de WhatsApp da PIB Nilópolis: “Graças à Pandemia, meus filhos me deram um TV Smart grande e eu pude ver meu Pastor pregando na televisão da minha casa”. É verdade, muita coisa boa aconteceu nesse período.

Agora que a fúria do vírus está sendo controlada, achamos que é hora de voltar. Voltar para rever os irmãos, voltar para celebrar a vida, voltar para agradecer a Deus, voltar por que precisamos da comunhão e da interação humana que aplicativo nenhum é capaz de suprir.

Durante a pandemia pedimos que você não viesse, agora nosso apelo é que venha. Venham de máscaras, obedeçam às regras de aproximação, evitem o toque físico e quando voltarem para casa, sejam criteriosos com seus pertences, lavem as mãos e, se possível, um banho e roupas limpinhas. Relaxem e aproveitem o domingo em família. À noite faremos a transmissão normal às 19.30h, mas para poupar a equipe e nossas famílias o Templo estará fechado.

Pastor Levy de Abreu Vargas

Pr. Levy de Abreu Vargas

CEM SEMANAS DE ORAÇÃO

Amanhã, segunda-feira, 09 de fevereiro de 2020, começaremos a mais longa jornada de oração que nossa Igreja já promoveu: Serão 100 (cem) semanas de oração distribuídas em etapas de 05 cinco semanas a cada ano. De 2020 a 2039 serão vinte anos com um único propósito: Orar para conhecer e fazer a vontade de Deus.

Cada semana estaremos promovendo um seminário temático para instruir a Igreja acerca dos desafios futuros. Este ano teremos cinco. O primeiro, como não poderia deixar de ser, terá como força motivadora o pedido dos discípulos a Jesus: “SENHOR, ENSINA-NOS A ORAR”. Em abril será: SANTIDADE; Em Junho vamos falar das FINANÇAS DOMÉSTICAS; Em agosto, “UM CLAMOR PELA FAMÍLIA” e em outubro fecharemos a primeira jornada VENCENDO OS PRÓPRIOS LIMITES.

A cada dois meses faremos uma parada nas atividades normais a fim de participar deste esforço. Os pequenos grupos, as classes de casais, os ensaios, a Geração XXI, todos. Queremos a família unida e reunida para ser abençoada e abençoar a Igreja. Além das atividades para a Geração XXI a Igreja vai promover uma cantina 0800 com um lanche (ou jantinha) para facilitar quem vem direto do trabalho. Vai ser um esforço coletivo onde todos terão oportunidade de servir e ser servido.

Outro esforço que faremos nesta fase será a transição da Igreja para os PGM – Pequenos grupos Multiplicadores. Já temos cinco em funcionamento, mas queremos chegar ao fim do ano com pelo menos o dobro e assim nos multiplicarmos até que toda a igreja faça parte deles. Eles vieram para ficar, Na verdade, o começo da igreja primitiva e da nossa foi assim.
Os PGM nada mais são que um retorno aos princípios cristãos e ali, tão próximos, podemos aprender o que significa a expressão “VIDA NA VIDA”.

Amados, esta é apenas a primeira semana. Não se preocupem com as outras. Vivamos uma de cada vez, fazendo sempre aquilo que vier às nossas mãos para fazer e assim experimentaremos qual seja a boa e agradável vontade de Deus. Contamos com você e com sua presença.

Pastor Levy de Abreu Vargas

Pastoral PIB Nilópolis

INTERCESSORES 1T5.17

Na noite do dia 21 de outubro fiz um apelo no ZAP para que alguns irmãos orassem comigo em favor da saúde do irmão José Carlos Dias de Freitas, ministro de missões da Igreja. Como o propósito era só para aquele noite, ao encerrar o período, encerramos também o grupo. Mas a história não terminou aí. Seu estado agravou-se, então fizemos um novo grupo em 28/10 com o propósito de encerrá-lo somente quando nosso irmão deixasse o hospital.

Muito bem, José Carlos deixou o hospital em 13/11, fez as provas que faltavam para concluir seu curso de acesso ao posto de Oficial superior da Polícia Militar, fez um ensaio fotográfico com a família e todos os formandos, e veio à Igreja em 24/11 para agradecer. Mas o grupo continuou e vai continuar porque esta é a vontade de Deus e das pessoas que dele participam. O grupo não é mais do Pastor, nem da Igreja, é de todos.

Funcionamos assim: Todos os dias às 23h iniciamos as orações onde estivermos. Houve um dia em que retornávamos de uma viagem e paramos em um posto de gasolina por cerca de 30 minutos para orar com o grupo, depois continuamos a viagem. A questão não é onde, mas quando interrompemos nossas ações para discretamente interceder pelos pedidos que são enviados. O grupo não é rígido, se você não pode às 23h, pode fazê-lo em outros períodos do dia ou da noite, o importante é orar.

Fomos bastante ecléticos na formação dele, o único critério que usamos foi o de colocar pessoas que sabidamente creem no poder da oração. Assim, temos irmãos de Curitiba, São Paulo, Tocantins, Salvador, Rio de Janeiro e até fora do país. Assim como há irmãos de vários lugares, há também pessoas de várias Igrejas e isso nos une ainda mais. O nosso vínculo é o amor comum em Cristo Jesus.

Nosso grupo completou seu primeiro mês de vida no último dia 28/11 que, por coincidência, foi também o dia MUNDIAL DE AÇÕES DE GRAÇAS. Naquele dia criamos uma logo e uma divisa que vai nos representar. Ela será a marca dos intercessores enquanto o grupo durar.

Pastor Levy de Abreu Vargas